Críticas à atual administração marcam estréia de campanha na TV em Maceió

O primeiro dia da propaganda eleitoral gratuita no rádio e na televisão dos cinco candidatos à Prefeitura de Maceió foi marcado por críticas à atual administração municipal.

As críticas mais contundentes foram feitas pela candidata do PSDB, Solange Jurema, que tem o apoio do governador tucano, Teotônio Vilela Filho. A candidata da coligação “Gente em Primeiro Lugar” criticou a “inaptidão” da Prefeitura de Maceió quanto ao repasse das verbas do governo federal para os programas de assistência social.

Segundo Solange, sem os repasses, Maceió deixou de receber, só este ano, cerca de R$ 4,5 milhões para projetos sociais, desenvolvidos na cidade por organizações não-governamentais que trabalham com comunidades carentes.

“A prefeitura de Maceió não fez o dever de casa e a população carente é quem está sendo penalizada. Temos que acabar com essa injustiça”, afirmou a candidata.

O candidato do PT, deputado estadual Judson Cabral, também fez críticas à administração Cícero Almeida, dizendo que “poderia até mostrar as belezas naturais de Maceió, mas como a cidade continua maltratada, sobretudo na periferia, infelizmente, terá que mostrar o lado feio, aquele que o turista não conhece, mas faz parte da realidade do povo alagoano, que mora na capital do estado mais pobre do país”.

O candidato da coligação “Maceió Mais Humana” também fez questão de dizer que é o candidato do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e aparece no vídeo ao lado do presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini.

O candidato do PSTU, Manoel Messias, também fez críticas ao atual prefeito, acusando-o de só governar para os ricos. Segundo o candidato da coligação “Alternativa Socialista”, enquanto o prefeito cuida da orla marítima, “a periferia continua abandonada”.

Messias criticou também o PSOL por ter se recusado a compor uma chapa com o PSTU e PCB, preferindo lançar uma candidatura própria, com o objetivo de promover a candidatura a vereadora da ex-senadora Heloísa Helena.

O atual prefeito e candidato à reeleição, Cícero Almeida (PP), e o candidato Mário Agra evitaram confronto com os adversários e preferiram utilizar o primeiro programa para apresentação pessoal e de propostas.

No programa da coligação “Por Amor a Maceió”, que reúne 16 partidos políticos, Cícero Almeida aparece apenas uma vez ao lado da vice-prefeita Lourdinha Lyra (DEM), que foi mantida na chapa como candidata a vice por influência do pai, o usineiro e ex-deputado federal João Lyra.

O candidato do PP também aparece como “quem venceu na vida, depois de ter sido servente de pedreiro, cobrador de ônibus e taxista”.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: